sexta-feira, setembro 07, 2007

O meu oposto...

Muitas vezes acordo a querer ser aquele homem forte, que sabe o que quer, com optimismo e seguro de si mesmo que sabe exactamente o caminho a seguir...Ser aquele que está lúcido e que pensa com razão e que não se deixa abater facilmente com sentimentalismos.

Mas depois páro e reflicto em torno de mim mesmo e vejo que me enganei...que não acordei a ser esse homem!

Acordei a ser o seu oposto...

Um homem frágil, sensivel, inseguro...à espera de ajuda de alguém a caminhar por sítios mais firmes, para não se sentir desamparado! Que possa sentir a certeza que tem alguém, que não me deixará cair e nunca irá fazer com que sinta a solidão.

Acabo por não saber o que quero ser, ou até mesmo não saber quem sou e o que sentir...

A minha cabeça é um mar de sentimentos e de constantes contradições..! Tenho motivos sem razões de ser ou até razões sem motivos.

Serei eu ou o oposto de mim mesmo??

2 comentários:

Menina feliz disse...

meu querido... é constante a nossa vontade de queremos ser o lado forte porque achamos sempre que somos o lado fraco. mas acredita, tu és tanto um como o outro, está tudo dentro de ti. às vezes sentimo-nos fortes outras fracos, mas somos um misto dos dois... é assim o ser humano. o teu oposto és tu também, só tens de o encontrar dentro de ti e acreditar que a força não vem de alguém de fora, mas de ti mesmo. beijo grande.

Xana disse...

Amiguito, todos nós gostávamos de ser "melhores" do que aquilo que somos... mas às vezes ser melhor, mais forte, mais racional, é ser outra pessoa!
A vida recomeça todos os dias, mas parece-te ultimamente que recomeça sempre com tempestades. Cada novo dia é uma oportunidade de mudarmos o que nos faz infelizes.
Não deixes que as nuvens encubram o sol na tua vida... e que nunca te falte a força para enfrentar as tempestades. Sózinho ou acompanhado!
Força... Beijinhos