terça-feira, dezembro 05, 2006

A ânsia da saudade...

Ultimamente ando com necessidade de escrever...Eu acho que é por andar com sentimentos em demasia. Tudo o que eu sinto é forte, e esses sentimentos são tais como os ódios, as raivas, as paixões, as alegrias, as tristezas, e tudo isto é desmesurado, tão desmesurado que não cabe cá dentro. Por mais que tente e que lute não consigo controlar, acaba por não caber em lado nenhum. Parece-me então que escrever será um género de terapia que eu uso para libertar estas emoções. Se não escrevesse provavelmente seria uma pessoa frustrada, até já teria enlouquecido, teria estoirado por dentro por sentir tudo tão intensamente... Por isso escrevo e despejo assim os sentimentos que por cá vão!

[O que por aqui vai é um sentimento que já estava para escrever sobre ele há uns dias atrás, mas fiquei com tanta ansiedade que acabei por não ter calma para falar sobre ele]

SAUDADE

Saudade é o que permanece, mas não está..!
Saudade é o que fica e vai, mas vai estando..!
Podem dizer que me estou a contradizer mas a saudade é um sentimento tão nobre que tanto nos pode dar tristeza como alegria, deixar-nos ansiosos como nostálgicos... A saudade pode-se aplicar não só a pessoas como também a momentos, e é nesta última que a saudade faz que permaneça certas alegrias que vivemos e não deixa que as esqueçamos, esta para mim é a saudade boa que por vezes nos faz olhar para o passado e nos dá um sorriso com uma dor leve mas boa de sentir. A saudade quando se aplica a pessoas essa é que já não é tão boa... sentir a ausência de alguém que nos é querido, para mim é sem dúvida um dos piores sentimentos que se pode ter, quer esse alguém esteja vivo ou já tenha falecido...esta sim, maltrata o coração e até nos rouba o sorriso, o sono... é sentir o vazio, é como se nos faltasse um bocado de nós.

O bom..! Bom é ouvir dizer de alguém que tem saudades nossas, isso é o que faz de nós especiais e nos dá alegria...
Triste é não ter do que ou de quem sentir saudades, não é???